Pudim de Milho Verde

Oláaaa!!!

Tudo bem com vocês? Como foram de final de semana? O meu foi ótimo, teve Bon Odori em Garça, comemos comida típica e assistimos as danças. Para você entenderem um pouco mais sobre a festa, vou colocar a definição, by Wikipédia para vocês, que é bem interessante.

“Bon Odori é um festival que ocorre anualmente durante o verão entre Julho e Agosto, no Japão (verão nórdico), sempre após o Pôr do sol, pois prevalece a crença de que os espíritos somente saem durante a noite.

Cada localidade escolhe uma data específica para fazer os seus festejos durante esse período.

O Bon Odori é um festival de tradição budista que tem as suas origens na China. Durante o Bon celebram-se as almas dos antepassados com danças em grupo e levando-se lanternas acesas saudosamente lembrando da sabedoria dos antepassados.

Apesar de análogo ao dia dos finados, durante o Bon são tocadas músicas tradicionais alegres e, sobretudo, predomina um clima de jovialidade, gratidão e participação geral. Muitas famílias aproveitam a oportunidade para se reencontrarem durante o Bon, voltando das grandes cidades aos seus lugares de origem.”

Bem legal, né?! E a festa é uma delícia, músicas típicas, várias coreografias, muito gostoso, adoro ver as “batianzinhas” (senhorinhas em japonês) dançando. E aproveitando a companhia de pessoas que tanto amo, meu amor, sogrinha Lúcia, Patty e Petty, delícia!!!

Bom, mas vamos a receita do dia, como disse no post de sexta-feira, no Dia dos Pais, além do delicioso Creme de Coco, eu também fiz o Pudim de Milho, já que minha querida mãezinha, ADORA milho, sorvete, bolo, cozido, tudo, hahaha, e eu também amo milho, de qualquer jeito, acho que é a genética… hahaha…

Mais uma receita super fácil, saborosa, não tem por quê não fazê-la.

Vamos lá! Receita original peguei do Cozinha Pequena, aqui.

PUDIM DE MILHO VERDE

Ingredientes

  • 2 latas de milho verde cozido no vapor
  • 400 ml de leite de coco (2 vidrinhos)
  • 2 xícaras de açúcar
  • 4 ovos

Para Calda

  • 1 xícara de açúcar
  • 1/2 xícara de água fervente

Modo de Preparo

Para a calda, é o mesmo jeito que faço para os demais pudins, fervo a meia xícara de água e derreto o açúcar, até ficar um caramelo claro, então acrescento a água fervente (cuidado que borbulha bastante nesse momento) e misturo, até que os torrões de açúcar que se formaram, derretam por completo.

Despeje a calda apenas no fundo da assadeira de pudim e deixe esfriar. Depois de frio, unte com margarina as laterais e o meio da forma e reserve.

Para o pudim, bata todos os ingredientes no liquidificador, até que fique uma mistura homogênea. Se quiser uma versão mais rústica, pode utilizá-lo assim, ou se quiser lisinho, como eu fiz, passe na peneira, para ficar apenas os líquidos.

Despeje com cuidado da assadeira com a calda e leve para assar em forno pré-aquecido 180 ºC, em banho maria, coberto com papel alumínio, por 1 hora ou até que você veja que ficou firme, se quiser, pode fazer o teste do palito. Não precisa sair sequinho o palito, só precisa testar a consistência, se tiver firme, está pronto.

Leve para gelar de um dia para o outro. Desenforme e sirva geladinho.

Vamos as fotos!

Gente, esse pudim fica parecendo um cural bem cremoso, de textura suave, uma delícia. A única coisa, é que achei um pouco docinho, da próxima vez, acho que vou diminuir 1/2 xícara de açúcar, que deve ficar melhor para o meu paladar.

Minha mãe ADOROU, do jeito que esta mesmo, docinho, você sente bem o sabor do milho e a textura é maravilhosa.

Ótima ideia para variar o pudim de vez em quando e para pessoas que como eu adoram MILHO, é uma ótima pedida… hehehe…

Beijo, beijo, beijo…

Anúncios

  1. Cintia

    Huuum, Elaine, que textura ficou!! 😛
    Vou fazer!! Mas nem desenformarei (esse é meu pecado no pudim :D).

    Beijão!!

  2. Oi, Elaine!
    Teve Bon Odori aqui em Campo Grande (MS) há duas semanas. Adoro! Só que agora o pessoal anda dando mais importância para as músicas de matsuri (mais moderninhas e barulhentas, que as batians não dão conta de dançar) do que as tradicionais…não está ficando legal, não!

    Adorei o pudim. Nunca fiz pudim na vida! Um dia tentarei!
    Bjos

    • Oiess Dani!!!

      Aqui também tocou num pouco das musicas de matshuri, mas as batianzinhas deram conta, é tão bonitinho vê-las dançar. Em ano de eleições, tinha até candidato a prefeito dançando, ai que mico, o que esses caras não fazem para ganhar alguns votos, fala sério! hahaha…

      E sabe que até esse ano, eu nunca tinha feito pudim na minha vida, mas depois que comecei, não parei mais, pudim é uma sobremesa que todo mundo gosta, você sempre acerta quando faz… hehehe

      Beijão querida!

  3. Cintia

    Oi Elaine!!
    Fiz!! É uma delícia mesmo!!
    E já seguindo sua sugestão, diminui o açúcar e ficou no ponto.
    E o fator ‘desenformar’ nem com muita fé!! 😀
    Ficou meio molinho e no prato, ficou todo meio esparramado.
    Talvez porque usei leite e côco e não leite de côco. Não encontrei pra comprar.
    Mas certeza que farei novamente!!

    Beijão!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: